Reflexão sobre o tempo

Por Ednar Andrade

O tempo me traz, De repente… A verdade Que há nas mentiras; A face real do escondido; O tempo pode ser um inimigo Ou a Justiça sutil. O tempo… Anjo ou monstro; Apenas existe Sem que alguém conceda-lhe O direito de existir ou não; Monstro cruel ou espada justa? Assim como se fosse Salomão Com sua Justiça, Separa para unir; Une para separar. O tempo… Este que nos dá cabelos brancos Mostra-nos maravilhas No espanto; Reduz o soberbo a pó; Nivela, unifica, arrasta Ou traz de volta. O tempo… Com asas transparentes Caminha lado a lado Com o seu alado: O homem, Tolo, distraído, Não o vê chegar, Fica esperando, Como que para abrir um livro Para a cara dele mostrar. O tempo é fiel E caminha contigo. O tempo… Ele fez de mim, avó; Ele faz de mim, melhor; Ele une ou desfaz o nó; O tempo… Só o tempo, Pode te fazer homem; Pode te tornar imortal; Só o tempo… Pode perpetuar o teu Tempo. É preciso ter tempo Para poder buscar No tempo O bem do tempo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo