rendeiras-da-vila

Rendeiras da Vila farão arte ao vivo no Bardallos neste sábado

Um dos points culturais da Cidade Alta, o Bardallos promove essa semana a segunda edição do Sábado Artístico, neste feriado de 3 de outubro. O horário é o mesmo da primeira edição de sucesso com o artista visual Erre Rodrigo, das 11h às 17h30. Mas dessa vez sobe ao palco as rendeiras Aurora e Gracinha, da associação Rendeiras da Vila, situada em Ponta Negra.

Ambas virão para mostrar a tradição secular das rendas, feitas ali na hora no palco do Bardallos. A arte de confeccionar renda no Brasil teve início no século 17 no estado do Ceará e era produzida por mulheres de colonos portugueses. Durante aquela época, fazer renda era uma atividade normal em alguns países europeus, principalmente em Portugal.

As rendas são sempre confeccionadas em cima de uma almofada recheada com palha de carnaúba, onde é inserido um desenho que serve como molde para o trançado dos bilros. Para bordar, as Rendeiras utilizam pedaços de madeiras colados a um coco típico da região conhecido como “tucum”.

Com paciência e absoluta maestria e agilidade, as mulheres rendeiras seguem produzindo a renda do mesmo jeito que outras gerações da família já faziam. E toda esse conhecimento repassado de geração a geração será mostrado no Bardallos neste sábado a partir das 11h, com acesso livre. Que tal um almoço com arte?

Jornalista por opção, Pai apaixonado. Adora macarrão com paçoca. Faz um molho de tomate supimpa. No boteco, na praia ou numa casinha de sapê, um Belchior, um McCartney e um reggaezin vão bem. Capricorniano com ascendência no cuscuz. Mergulha de cabeça, mas só depois de conhecer a fundura do lago. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + dez =

ao topo