Rio Grande: a história que não volta mais

rio Foto: Canindé Soares

“O Cine Rio Grande, que muita história e estórias tem guardadas em suas paredes, de tempos áuricos, da brilhantina de John Travolta, da insustentável leveza de Milan Kundera, das jornadas ficcionais estreladas, do romantismo estudantil em grease dançante…perdeu o último ‘round’.

Para hoje entrar em cena nos cultos da Igreja Internacional da Graça de Deus, do pastor R. R. Soares, aquele do ‘Show da Fé’.

O prédio foi vendido ao pastor, que inaugura a Igreja, logo mais, com pompas, circunstância e promessas, entre elas, milagres.

A fachada continua a mesma, mudaram cor…alma…espírito…”.  ELIANA LIMA http://tribunadonorte.com.br/abelhinha.com/

Go to TOP