Rodrigues Neto se desculpa

Acho que valeu a lição. A união da mídia impressa, no caso o NOVO JORNAL, com os blogs e o Twitter (como deve ser, sem essa de que uma mídia é superior à outra, elas podem dialogar – se complementam em alguns casos – e tem mais força juntas), obrigou o presidente da Funcarte Rodrigues Neto, a se retratar publicamente.

O jornal publica hoje uma carta em que o jornalista reconhece que disse a fatídica frase (“estou c… e andando…”), ressalvando que emitiu a opinião em off. O jornal revela que não houve pedido de off.

Bem, com ou sem off, o fato é que Rodrigues pede desculpas pelo que disse: “De todo modo reconheço o erro e me desculpo com aqueles que por ventura tenham se sentido ofendidos pelo termos veiculado no jornal que, confesso, não me lembro se foi exatamente o que pronunciei.”

Primeiro ele afirma que falou a frase em off. Depois diz que não lembra o que disse. Mas, confusão e contradição à parte, o que importa é que a sociedade, que paga o salário dele e por isso mesmo tem o direito de criticar o que está errado, teve uma satisfação.

Resposta tardia e aparentemente a contragosto, é verdade, mas ainda assim o reconhecimento de que decoro e civilidade devem ser atitudes de todos, notadamente dos homens ditos públicos.

Go to TOP