Saibam mais sobre o “novo” evento literário de 2015

Já adiantei algumas vezes por aqui minha predileção pelo formato do Ação Potiguar de Incentivo à Leitura, promovido pelo Jovens Escribas. Eles levam escritores renomados nacionalmente e destaques de nossa literatura até a sala de aula. Levam a montanha até Maomé. Não tem montagem de estandes, de tenda, de telões ou outro tipo de equipamento dispendioso. Convida bons autores contemporâneos, muito fruto de parcerias e os leva para comentar seus livros com os alunos da carente rede pública de ensino. É perfeito.

Infelizmente este ano o Ação Leitura passou em branco por falta de patrocínio. Mas a edição de 2015 está garantida! O projeto foi aprovado no edital da Unimed Cultural via Programa Djalma Maranhão e entra em pré-produção já neste mês de dezembro. O planejamento já está adiantado e tem até data firmada: entre 10 e 15 de maio. Isso em Natal. Há planejamento para edições também em Currais Novos, Acari, Santa Cruz, Pipa e Tibau do Sul. A depender da confirmação de outros patrocínios.

Na verdade, este ano houve uma mini-edição em Tibau do Sul e Pipa, que serviu de teste para a interiorização pretendida próximo ano. isso será definido assim que Sr. Carlos Fialho voltar da excursão de lançamentos do Jovens Escribas esta semana. E depende ainda de conversas com as escolas. “Vamos começar a conversar com os convidados agora também, mas a ideia é fecharmos tudo ainda este ano para que as escolas possam trabalhar os livros nas salas de aula”, adianta Fialho.

De cá, torço muito para que o evento cresça sem perder a essência da máxima de levar a montanha até Maomé. Só Deus sabe que Maomé não iria à montanha. Infelizmente é preciso quase uma ajuda divina para que o livro chegue com força nas vontades de jovens estudantes. E ter o contato ali pertinho com um escritor, autor do livro que ele leu e está ali na frente dele, é um momento mágico para um adolescente. E se o evento chegar até o interior do Estado, ah, seria divino!

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP