Salvo pela palavra

Por Isaac Lira

Geraldo Carneiro é um homem de várias “palavras”. Na palavra-poesia, é autor conhecido, com 13 livros lançados. Mas também no teatro, cinema, televisão, música, sempre há uma palavra de Geraldo Carneiro por aí. Em contrapartida, o poeta também faz sua defesa da linguagem. No ano passado, em parceria com o também poeta Salgado Maranhão, Geraldo Carneiro lançou o manifesto “Desmandamentos”. Na definição dos próprios: “Este manifesto se rebela contra a banalização indiscriminada da poesia e a palavra aviltada pelos demagogos, e é dedicado aos que julgam que ela não é passatempo de diletantes, mas artigo de primeira necessidade”.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =

ao topo