Seis e Meia

Bato palma para a idéia de convidar Benito Di Paula para a apresentação de ontem no TAM, dentro do Projeto Seis e Meia. Melhor ainda em parceria de atração com o Macaxeira Jazz. Dois showzaços, teatro lotado; muito bom. Assisti em pé, cansado e adorei. É bom ver o Seis e Meia – já com 13 anos – em plena forma, quando não muito distante esteve ameaçado.

Benito veio com vontade de apresentar um bom show. Brincou com a platéia, tocou todos os sucessos – e não são poucos – e convidou o filho, Rodrigo Veloso para tocar e cantar duas músicas. Não gostei da idéia. Pelo menos queria ouvir Retalhos de Cetim na voz de Benito. Infeliz mesmo foi a idéia de colocar o piano do compositor sambista em frente à bateria, mesmo antes da apresentação. Tremenda gafe que encobriu o trabalho do baterista do Macaxeira Jazz. Mas valeu.

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article
  1. Carlos Augusto 17 de Julho de 2008 9:28

    Assiti em pé, cansado e A-D-O-R-E-I, foi foda!

    hehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP