Sexo: indescritível

“Em recente palestra para estudantes e admiradores, realizada no Centro de Estudos da Universidade de Manchester, dedicado à nova literatura, o festejado romancista e ensaísta Martin Amis começou sendo controvertido e citável, o que nunca deixa de ser louvável em qualquer escritor que se preze. Disse ele o seguinte diante da plateia que se reuniu para ouvi-lo numa das palestras com o tema “Literatura e sexo”:

“O sexo é indescritível e, no entanto, ele povoa o mundo”. ” Ivan Lessa

aqui

ao topo