Sina de ideólogo tucano

Amigos e amigas:

José de Souza Martins foi um importante sociólogo, autor de textos clássicos sobre a sociedade brasileira. Escrevendo sobre a sucessão presidencial do corrente ano (“Os números e o que eles não dizem”, O Estado de S. Paulo, Caderno “Aliás”, 6 de junho de 2010, p J3 – aqui), ele renuncia a esse passado – “esqueçam o que esqueci”, segundo outro ex-sociólogo – para adotar a mera identidade de ideólogo tucano.

Afirmar que o governo Lula “É aplaudido mais pelo fato de legar ao seu sucessor o mesmo Brasil do antecessor do que por legar a quem vier depois dele um Brasil diferente” chega a parecer delírio se não fosse apenas ideologia para boi dormir. Onde está o entusiasmo daqueles 70% de apoio ao governo Lula pela herança tucana? Por que esse entusiasmo não se traduz em percentuais paralelos de apoio ao candidato tucano? Designar o PT como seita é assumir argumentação de direita (sim, de direita) dos anos 90. Supor que o PT e o lulismo inventaram vontade de permanência e continuísmo dos que estão no poder é esquecer o be-a-bá da política moderna – o príncipe cuida de seu poder, sim.

Tenho pesadas críticas ao governo Lula. Tenho críticas mais pesadas ao governo FHC. Fora dos estreitos limites ideológicos, considero necessário declarar que nem tudo foi péssimo nos dois governos, que muita coisa foi ruim nos dois governos e que falta muita coisa para serem bons.

Aconselho todos a não esquecerem o que José de Souza Martins escreveu de bom no passado. E a lerem os panfletos ideológicos dele como merecem ser lidos hoje: ideologia tucana.

Abraços a todos e todas:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Há 3 comentários para esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 3 =

ao topo