Sinfônica da UFRN se apresenta segundo concerto da temporada e você pode curtir de graça

A Orquestra Sinfônica da UFRN sobe ao palco mais uma vez dia 18 para realizar o segundo concerto da “Temporada Oficial 2016”. O evento começa às 20h, no auditório da Escola de Música da UFRN, com entrada gratuita.

O repertório escolhido apresenta dificuldade na execução e atende ao projeto do maestro André Muniz de sempre desafiar os músicos para que alcancem o nível de performance das grandes orquestras do mundo. A Sinfônica da UFRN executa a obra romântica de Brahms, o classicismo de Mozart e o cotidiano latino-americano de Alberto Ginastera.

O convidado especial da noite é o trompista Eliaquim Farias. O jovem é aluno do bacharelado da Escola de Música da UFRN e apesar da pouca idade tem um currículo comparado aos grandes músicos. O trompista ganhou em 2014 o prêmio de primeiro lugar no concurso “Marcus Bonna” para Jovens Trompistas. O maestro ressalta que trazer Eliaquim como solista da obra de Mozart é uma forma de demonstrar que a Escola de Música da UFRN vem sendo referência internacional na formação de jovens solistas.

Além do concerto, a Orquestra da UFRN mantém o programa de educação musical por meio da “Palestra Pré-concerto” que ocorre sempre uma hora antes do início do evento, às 19h. Esta iniciativa ocorre sempre com lotação máxima e vem recebendo elogios do público participante.

Um pouco mais sobre as obras
“Sinfonia No. 1 em C menor, OP. 68” foi composta por Brahms após provocação de Shumann de dar continuidade ao trabalho sinfônico realizado por Beethoven. Por conta da similaridade de escrita, a sinfonia de Brahms foi considerada pela crítica como a Décima Sinfonia de Beethoven.

“Suíte Danzas de Estancia” é do argentino Ginastera e traz temas do cotidiano latino, desde crenças religiosas, paisagens e modos de vida nos pampas e andes, com melodias características, adaptando-os a formas ditas da música europeia, como ballets, suítes, óperas e sonatas com os requintes revolucionários da música do século XX.

Dentro do repertório de concertos para sopros, Mozart compôs quatro concertos para trompa. Todos estes dedicados ao seu amigo trompista, Joseph Leutgeb. Em específico, o “Concerto em E-flat major, K.495 para trompa” é tido como o de número 4. Em sua estrutura traz trompas ripieno, ou seja, se inserem na orquestra dois trompistas, além do instrumento solo.

Serviço
II Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica da UFRN
Data: 18 de junho de 2016
Local: Auditório Onofre Lopes – Escola de Música da UFRN
Horário: 20h
Palestra Pré-Concerto
Local: Sala 24 – Escola de Música da UFRN

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP