Só a arte salva

À frente da 29ª Bienal de SP, Agnaldo Farias conta como se tornou um dos curadores mais respeitados do país.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =

ao topo