Só escreve a sério quem antes lê a sério

“Às equipes com as quais trabalhei ler, e não apenas notícias, sempre foi uma pregação frequente. Ter a leitura como hábito, considerada a afirmação de Aristóteles de que é o hábito que faz a virtude. Encontrar tempo para ler disciplinadamente. A quem diz que não tem tempo para ler, respondo que talvez seja hora de rever as prioridades. Não há nada de realmente importante para o que a gente não arranje tempo. É mais ou menos como dizer que livro é caro e ao mesmo tempo não se queixar da conta de um almoço que custa três ou quatro livros”. Paulo Nogueira

aqui

ao topo