Sobre a decepção na política

Amigos e amigas:

Numa mensagem, Belchior fez a seguinte indagação a Tácito:

“Seus amigos estão mesmos decepcionados com que? como pode está decepcionado com a política e votar na candidata do relaxe e goze? no candidato que é contra a lei Maria da Penha?” (mantive a grafia original).
Enviei comentário a essa fala de Belchior, pedindo-lhe que indicasse a quem estava se referindo. Não obtive resposta até agora.

Como, em comentário a mensagem de Tácito, mencionei dois candidatos paulistas que talvez sejam enquadrados nessa caracterização sucinta feita por Belchior, considerei honesto, em relação aos leitores deste SP, tecer os seguintes novos comentários:

1) Votarei em Marta Suplicy (PT) e Netinho (PC do B) para senador, em São Paulo – onde moro -, porque considero os demais candidatos muito piores e sou contra o voto nulo.

2) Belchior parece identificar Marta como “candidata do relaxe e goze”, reduzindo essa pessoa a uma frase idiota sobre crise do sistema aeroviário brasileiro. Sim, a frase de Marta é idiota, o que não significa que Marta seja apenas essa frase idiota. Ela fez coisas interessantes na vida, como apresentadora na televisão (sua participação no TV Mulher foi um marco no debate público sobre vários assuntos), como deputada (o projeto de união civil de pessoas do mesmo sexo apontava conquista social de peso) e como prefeita de São Paulo (os CEUS – escolas padrão – eram muito bons e foram sucateados nas gestões PSDB/DEM). Reduzi-la àquele frase idiota é nivelar-se em relação à frase. E o teor central daquela declaração de Marta, idiota em relação ao assunto específico, faz referência a valores que eu prezo muito: relaxar e gozar. Acho isso muito melhor que nutrir moral do ressentimento.

Acrescento que Marta é uma mulher burguesa que trai sua classe quando propõe ensino público de excelente nível para pobres. Tivemos governantes de excepcional nível acadêmico que muito fizeram contra o ensino público de qualidade – lembram das ameaças às escolas técnicas federais, na década passada?

2) Netinho espancou uma ex-mulher, atitude criminosa e merecedora de condenação. Suponho que tenha sido devidamente punido – caso contrário, aconselho protestos veementes contra a Justiça omissa. Punido, encerrou o assunto – sou contra pena de morte para condenados. Não consta que ele tenha espancado outras mulheres depois. Por que ele seria contra a Lei Maria da Penha? Ele defende a legalização do espancamento de mulheres? Nunca vi nada nesse sentido. Punido por sua transgressão, entendo que ele não perdeu os direitos políticos, pode se candidatar ao posto que quiser. E não tem falado idiotices na campanha eleitoral.
Netinho é um negro, cantor de pagodes fracos,nada fotogênico. Isso não lhe diminui os direitos de cidadania.

3) Só se decepciona quem pensa que o mundo pode melhorar e aposta nessa mudança, com direito a erro. Quem já renunciou à mudança do mundo, não tem com que se decepcionar – conforma-se. Ou julga-se Deus, acima do Bem e do Mal.

Agradeço muito a Belchior pela atenção que ele dedicou a minha declaração de voto em São Paulo. Pensar de formas diferentes é uma característica do processo civilizatório que devemos preservar.

Abraços a todos:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo