Socialmente desajeitado, intelectualmente avançado

 

Vivemos noutro mundo.

Isso mesmo

a esmo.

Paralelo.

Ipê amarelo

que minha cantora Patricia

gosta tanto.

Muitas camadas.

Muitas formas de ser.

Grandes homens que já passaram

por este mundo eram…

Jogador de futebol Messe.

Beethoven.

Einstein.

E um patafufo adotado…

E mais de centenas.

De Caicó a Atenas.

Mecenas. Apenas. Quarentenas.

Mas ainda sofremos muito

preconceito de

gente sem conhecimento

sem discernimento

cabeça de pedra e cimento

sem embasamento

às vezes infeliz no casamento.

E o que nós temos com isso???

Exigimos respeito

e seja de nós amigo do peito.

Dizem que não olhamos nos olhos

que só temos um foco

que só vemos in loco.

Enganados estão aqueles

que pensam que somos

bobos,

trouxas,

otários.

Hilários – sem comentários!!!

Se agora depois de

ler este meu poema

você não entender que somos

AUTISTAS

talvez você seja um elitista

não artista

celetista

egoísta.

Acolá,

oxalá

Que morre de preguiça

desleixo,

sei lá…!

Comentários

Há 22 comentários para esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =

ao topo