Suplemento cultural “Nós, do RN” retorna em grande estilo

Por Tácito Costa

Recebi hoje (16), das mãos do colega de redação Albimar Furtado, que esteve no lançamento esta manhã, o suplemento cultural “NÓS, DO RN”, editado pelo Departamento Estadual de Imprensa.

Na verdade, um relançamento porque o periódico, criado pelo jornalista Miranda Sá, na década de 2000, estava sem circular há bastante tempo e também porque sofreu uma radical reforma gráfica, que o deixou moderno e agradável de ler. Gostei demais do projeto gráfico, a cargo de Ígor Jales, aliás gostei muito da revista como um todo, que tem formato (tamanho) da revista Piauí ou bem próximo.

Apenas um senão, achei excessivo publicar dois discursos, embora tenham sua pertinência, numa mesma edição. Mas nada que tire o brilho do trabalho da equipe, composta também pelos editores, Edson Benigno (meu velho conhecido e amigo ainda dos tempos  do Jornal Dois Pontos – dinossauro como eu – rs) – a jovem  Jussara Correia, que não conheço pessoalmente e o ilustrador Thiago Oliveira. No comando geral, o experiente jornalista Paulo Araújo, que antes já tinha ressuscitado “A República”, em forma de suplemento encartado no Diário Oficial. Palmas pra todos!

Eu que não acredito no futuro do jornal impresso ainda vibro com esses exercícios de resistência e amor a algo que está se acabando no mundo todo.

O suplemento circulará bimestralmente. Essa nova edição é temática, aborda o bairro da Ribeira. Não sei se as demais seguirão a mesma proposta editorial. Espero que não. Edições temáticas são limitantes editorialmente, acho que devem ser feitas raramente.

É uma notícia alvissareira o retorno do “NÓS’, sobretudo porque chega num momento em que as duas fundações culturais da cidade, a Funcarte e a Fundação José Augusto, deixaram de editar suas revistas, respectivamente, Brouhaha e Preá.

É lastimável que isso tenha ocorrido porque eram duas publicações valiosas e de muito conceito, tanto local quanto nacional. No caso da FJA tivemos uma sequência de longos anos de circulação ininterrupta de periódicos culturais, primeiro com O Galo e depois com a Preá.

Bom, felizmente não estamos totalmente desguarnecidos, Thiago Gonzaga vem editando a boa revista da Academia de Letras e agora passamos a contar com o “NÓS”.

E o que é melhor, o “NÓS, DO RN” está na Internet, também muito bem apresentado graficamente. Confiram: http://www.nos.rn.gov.br/

Evoé!

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo