Tag: Capitalismo

Conta-se que, quando Nikita Krushchev pronunciou seu famoso discurso secreto durante o vigésimo congresso do PCURSS denunciando os crimes de Stálin, alguns delegados do partido chegaram a cometer suicídio, enquanto um outro tanto enfartava diante da revelação daquilo que todo mundo, ao menos na União Soviética, sabia, mas fingia não saber. Como qualquer evento traumático, […]

Continuar Lendo

Enquanto estava parado no trânsito a caminho do trabalho, bem em cima da Ponte Newton Navarro, escutei na rádio CBN um sujeito que dava “dicas corporativas” para os ouvintes. Ele ensinava o modo correto de fazermos a leitura de nossa própria demissão. Tal qual em um reality show cuja possibilidade da eliminação é um elemento […]

Continuar Lendo

Leio um textão sobre Marx em um grupo do WhatsApp com ‘razões’ para nos afastarmos de seus escritos; a despeito das distorções biográficas e da miséria argumentativa, digo que, se alguém quiser entender a modernidade e suas revoluções, tem de enfrentar o pensador alemão tratado pela direita como um demônio asqueroso, responsável por uma ideologia […]

Continuar Lendo

Arte: Feirinha. Irene Não somos uma humanidade, no Universo. Não somos um povo, no Brasil. Somos, no mundo, a pré-humanidade. Somos, no Brasil, um pré-povo. E no mundo dos “pré” não há lugar para a igualdade, fraternidade, humanidade. Há de se viver na emulação dos ratos. Na ganância que exalta os “vencedores”, na violência que […]

Continuar Lendo

Certa vez viajei com meus alunos a uma mina no Seridó do RN. Após uma visita guiada, observando as condições em que os trabalhadores se encontravam (em uma espécie de evocação literária das imagens de Emile Zola) fomos a um pequeno museu onde o guia nos contou a história do empreendimento. Pelo que se narrou […]

Continuar Lendo

Por Ricardo Musse REVISTA CULT Adorno diagnosticou como as sociedades capitalistas avançadas transformam as produções do espírito em pura mercadoria Adorno rejeita peremptoriamente o modelo expositivo dos sistemas filosóficos. Recusa neles o idealismo implícito no propósito de construir uma “totalidade para a qual nada permanece exterior e todo e qualquer conteúdo se volatiza em pensamentos”.

Continuar Lendo

Por Renato Nunes Bittencourt* Jornal do Brasil Zygmunt Bauman, em Capitalismo parasitário, lega para a sociedade contemporânea mais uma contribuição intelectual para a compreensão dos dispositivos degradantes da atual conjuntura ideológica do dito “mundo líquido”, caracterizado pela perda dos referenciais da modernidade. No ensaio são retomadas questões persistentes de obras anteriores, sem que, no entanto, […]

Continuar Lendo
Vá para Topo