Tchekhov para incautos

Por José Castello

Ainda entre os ecos da recente polêmica entre críticos literários e escritores, deparo-me com uma frase de Anton Tchekhov (foto) que me abre um caminho para pensar. Diz Tchekhov, em carta a seu editor, Alexei Suvórin: “Tanto a anatomia como as letras têm a mesma origem nobre, os mesmos fins e o mesmo inimigo: o demônio, e não há razão nenhuma para se digladiarem”.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo