Teatrinho de bosta

De Alex de Souza, sobre a trupe do Teatro Mágico, em sua coluna hospedada no portal Nominuto: “Muito mais interessante devia ser o nosso Teatro Mágico, aquele idealizado por Véscio Lisboa na Natal dos anos 70. Esse outro é só um pastiche de outro circo musical, aquele montado por Oswaldo Montenegro até um dia desses. Imitação barata de um chato é dose”.

No último texto de sua coluna, Alex critica ferozmente a apresentação do Teatro Mágico em Natal, muito pela estúpida atitude deferida ao grupo Os Poetas Elétricos, mencionada em meu último post. Segundo Alex, testemunhas ouviram do produtor do TM, Daniel Pereira, a frase: “Sabia que não deveria ter vindo tocar nessa merda”.

São opiniões e fatos que corroboram com o que eu disse. As “aparições” dessa rapaziada em Natal foram desastrosas. Concordo ainda com Alex que um ingresso cobrado a R$ 75 deixa a banda muito longe da classificação de alternativa. Discordo apenas da frase inicial do jornalista: “(…) acho esse tal de Teatro Mágico uma boa bosta”.

Felizmente ou infelizmente, a música deles é excelente, diferente, original, inteligente e de qualidade. Talvez por isso, o tal compositor Fernando Anitelli se ache a bala que matou Kennedy. Que seja. Não serei eu a vítima a pagar R$ 75 para assistir a arrogância no picadeiro. Já que eles disponibilizam as músicas pela internet, farei uso da ferramenta, sem danos aos meus bolsos ou aos meus nervos.

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article
  1. Anonymous 9 de Julho de 2008 17:23

    Caro, Sérgio Vilar, gostaria de dizer que o jornalista Alex de Souza foi tão estúpido quanto o diretor do evento do Teatro Mágico. “Teatrinho de bosta” é a cara e o cabelo de píolho que ele tem!! Amanda Gurgel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP