Teatro do absurdo

“Nesta crise do DF, o STJ e o Ministério Público vêm preencher o vácuo e corrigir uma grave disfunção dos mecanismos democráticos de controle a que todos os Poderes devem, em teoria, estar submetidos”.  Alon Feuerwerker

aqui

ao topo