Testamento de Manuel Bandeira deixa família em segundo plano

Por Claudio Leal

“Encontrará lavrado o campo, a casa limpa,
A mesa posta,
Com cada coisa em seu lugar.”

O testamento de Manuel Bandeira é quase uma continuidade dos versos de “Consoada”, em sua intimidade com a morte e no ordenamento simples dos seus pertences.

aqui

Comentários

There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + dois =

ao topo