Testamento de Manuel Bandeira deixa família em segundo plano

Por Claudio Leal

“Encontrará lavrado o campo, a casa limpa,
A mesa posta,
Com cada coisa em seu lugar.”

O testamento de Manuel Bandeira é quase uma continuidade dos versos de “Consoada”, em sua intimidade com a morte e no ordenamento simples dos seus pertences.

aqui

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Alex de Souza 18 de janeiro de 2011 11:30

    vale a pena conferir a entrevista de Ledo Ivo que deu início a esta polêmica – mais uma – envolvendo direitos autorais.

    http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI4893545-EI6581,00-Ledo+Ivo+herdeiros+famelicos+prejudicam+obra+de+Bandeira.html

    e a réplica dos sobrinhos de Bandeira:

    http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI4895460-EI6581,00-Familia+cobra+preco+da+fama+diz+herdeiro+de+Manuel+Bandeira.html

    Pra mim, a grana é pra quem escreveu os livros, não para parentes. Família devia cuidar em tentar preservar a imagem do defunto, se assim entender, não pra encher a burra com o trabalho alheio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo