Teus olhos

Quero o mar destes teus olhos.
O silêncio deste olhar,
O sussurro do teu silêncio,
Teu braço, teu corpo, tua mão,
Teu sim e teu não.
Quero me perder no teu prazer
Ou amar, morrer, morrer,
Quero ficar entre tuas pernas
E me aquecer no cobertor,
Fazer juras de amor,
Me entregar, sentir e gozar
E quando tudo amanhecer
Poder então dizer
Como te esperei,
Como foi frio o inverno de te esperar,
Como é bom ter-te comigo.
Meu abrigo, meu amante,
Meu amigo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo