TRÁFEGO DE DROGAS

Por Carlos Gurgel

se o vizinho
tempera o cadáver do boi
e o odor passeia pelo condomínio
ele que se lixe

se a enchente
invade escolas, cemitérios e centros espíritas
ela que me livre

se o mágico
na linha do sinal
resfolega fogo, sapos e o descrédito da comunidade
ele que tem pique

se o seu olhar
transita pelo nada
ao encontro do vazio
ele que não fique

se os centímetros
que separam a razão da loucura
teimam em replicar
eles que se piquem

se a gandaia
sacoleja seus ombros mortos
entre hordas e alfândegas
ela que se ligue

se a mentira
sobrevive entre ratos e donzelas
como tapete voador do cotidiano
ela que insiste

se a cocaína
atravessa mares e partners
arremessando conquistas e distúrbios
ela que me estique

porque
para viver um grande amor
voce tem que superar barreiras e razões
como submarino dos seus sonhos
e canções.

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. ZENN BELL 26 de agosto de 2011 14:05

    Esta foto você encontrou em meu blog e nele encontram-se os créditos devidos ao fotógrafo e aos produtores da mesma:

    Foto:
    Jonas Tucci

    Escultura de Vítor Brecheret,
    interferência artística idealizada por
    Fábio Torres (vendas nos olhos) e
    produzida pela Chama Sabor Estúdio Design

    Espero que adote o costume legal (de legalidade) de citar as autorias, e antes pedir consentimento para publicação, conforme Lei de Direitos Autorais, nº 9.610/98.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo