Trinta e dois anos da Cooperativa Cultural da UFRN

Há trinta e dois anos nascia a cooperativa Cultural da UFRN. Nasceu pequenininha e quente ali no setor I. Hoje, cresceu e tem quase a minha idade de professor na Universidade. A cooperativa faz parte da história da UFRN e da vida de muitos professores. Já disse de outras vezes mais empolgado, que ela é um oásis na universidade. Parte de minha biblioteca foi comprada na cooperativa, mesmo o meu amigo Luiz esquecendo – algumas vezes, de encomendar o livro. Com o avançar da idade temos que renegar muitas coisas. O Luíz Damasceno – como já falei em outras prosas, é um monumento vivo não só da UFRN, como da cidade de Natal. Não é a toa que ele foi atração do programa memória viva. Pouco tempo para Luiz dizer tudo que sabe, ouviu e fofocou por entre orelhas e brochuras de livros. O conheço há uns 40 anos, desde a Livraria Universitária ali na cidade alta, onde um dia os militares o convidou para prestar depoimento.
A biblioteca de muitos professores foi enriquecida com as indicações de Luiz. Nunca indicou livro de Paulo Coelho, ele diz. Difícil foi justificar aqueles livros de auto-ajuda, eróticos e catecismos de Carlos Zéfiro que apareceram na cooperativa. Mas, a cooperativa tem muitas outras virtudes e personagens. Um corpo de funcionários da melhor qualidade, com mestre Acácio controlando sua saúde financeira. Eu que já fui do seu conselho administrativo algumas vezes, não poderia esquecer da figura do grande professor Waldson Pinheiro, um dos seus presidentes e maiores entusiastas. Grandes figuras presidiram a Cooperativa que amanhã terá mais uma Assembléia Anual onde será eleito o novo Conselho Administrativo e Fiscal. Pela primeira vez haverá disputa para o Conselho Administrativo.
Eleição: dia 30. Compareça das 9h às 13h na Biblioteca Zila Mamede.
A cooperativa cresceu e ficou mais bonita. Precisa se adaptar aos novos tempos de livrarias virtuais e mega-livrarias em Shoppings. A Cooperativa Cultural além de vender livros com descontos de 15% para os sócios, já promoveu centenas de eventos. Editou livros e participou em quase todos os grandes momentos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. A cooperativa é o seu coração. Longa Vida

Meus parabéns,

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo