Tristeza doce

doce

Me bateu uma tristeza,
Em volta olhei a mesa:
Bananas, canela e açúcar…
Eis aqui um poema doce.

Receita para não sofrer… Rs…
Corte as bananas,
Açúcar-“misturinelas”
Não esqueça: por canela.

Depois, leve ao fogo brando…
Vá fazendo da dor um verso,
Que a vida fica docinha…
…E O REVERSO UM VERSO…

(Ednar Andrade).

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem
  1. Pingback: Tolices « lima verde
  2. Jarbas Martins 17 de agosto de 2011 9:23

    sôdade de tu, Ednar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo