“Tropicália” reitera mitos fundadores do movimento musical

Jorge Ben (esq.), Caetano Veloso, Gilberto Gil, Rita Lee e Gal Costa; à frente, Sérgio Dias e Arnaldo Baptista em 1968

Por Bia Abramo | Para o Valor, de São Paulo

O cinema documental brasileiro recente parece obcecado pela história cultural do Brasil; particularmente, aquela compreendida pelo período 1950-1970 e com foco na produção musical.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo