Trovoa:

descobri minha voz à venda. e tinha cheiro.

aqui

Comments

There are 9 comments for this article
  1. Nina Rizzi 21 de Julho de 2011 2:06

    Jota, enviei-lhe a seguinte

    “mensagem:

    sua composição maurício pereira é de torar. a música é boa, a letra então… foi feita pra eu lhe dizer. mas não gosto da interpretação, do ritmo; talvez um batuque, uma negritude, uma coisa andina, indígena e jazzística. então é isso:
    só eu posso fazer o melhor pra você.

    consegui retirar a voz do arquivo e ficar só a música, mas meu microfone é péssimo, então não deu pra sincronizar com a música. então é isso:
    só ao teu lado posso ser letra e música.

    te deixo os dois arquivos separados.
    LETRA
    MÚSICA

    e… um dia desses, quando do encontro de nossas águas […]
    te amo, amor.”

    Aí rolou o Metá Metá com Kiko Dinucci e Thiago França. Sabe quando vc ouve uma melodia e tem vontade de chorar? fazer passarinho morto voar? pense num arranjo. É só tirar a voz da Jussara Marçal. Ai, que ancha, pode dizer.

    Bem, o fato é que perdi dos meus arquivos e brechando, encontrei só a minha voz.

    Mas já está a caminho, letra e música numa só harmonia. Dizem que os correios é a única instituição pública que funciona nesse país…

  2. Jota Mombaça 21 de Julho de 2011 2:29

    eu tinha uma namorada que, quando eu dormia, sussurrava essa música. ouvíamo-la juntos, para sedimentar o amor, na versão do maurício pereira. o maurício pereira canta mal, mas eu acho tão honesto isso e acabei me apegando. quando ouvi metá metá, ainda um dia desses, também achei incrível o arranjo, e mesmo a voz da jussara marçal não me incomodou. quis chorar, mas não achei justo. dei o play na versão menos boa, mais crua, boba, e só aí eu pude chorar livre, em respeito à memória do amor que eu preguei à voz ruim de um maurício pereira. você há de compreender o meu apego: quase não tenho boas memórias…

  3. Jarbas Martins 21 de Julho de 2011 5:01

    curti D+.dueto de voz e nuvem.duelo de gim X trompete, vai pro meu twitter.

  4. carlos de souza 21 de Julho de 2011 14:35

    manda um link pra mim, não consegui fazer o download.

  5. Clécia Mathias Saborio 21 de Julho de 2011 15:37

    Nina, você tem uma bela voz e que se encaixou como luva neste poema magnífico de Maurício Pereira.

    Mais: http://tempestadedesabres.blogspot.com/

  6. Jota Mombaça 21 de Julho de 2011 17:05

    tenho a impressão de que, em algum lugar desta página, fui insensível. desculpe, nina! e venha, estou te esperando… (a sede dos correios é muito perto de onde ficarás hospedada)

  7. Nina Rizzi 22 de Julho de 2011 0:41

    Insensível? diabéisso, macho? depois do papai, vc é o mais doce.
    E, sim, chegarei ao sertão e me afogarei no poço de sant’ana. Viver a vida, viver o Cinema-pax!

    Clécia, que gentileza, a audição, o comentário 🙂

    Um beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP