Um autor ressuscitado

Por Antonio Gonçalves Filho e Ariel Palácios

A curta vida do escritor e jornalista argentino Rodolfo Walsh (1927-1977), um dos milhares de desaparecidos na última ditadura argentina, não permitiu que ele tirasse partido do prestígio que tornou seus livros leitura obrigatória dentro e fora da Argentina. Dois deles serão lançados no Brasil no final de setembro, Operação Massacre (tradução de Hugo Mader), pela Companhia das Letras, e Essa Mulher e Outros Contos (traduzido por Sérgio Molina e Rubia Prates Goldoni), pela Editora 34.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 1 =

ao topo