Um dramaturgo à prova de balas

Por Álvaro Machado
NA CARTA CAPITAL

Considerado o mais importante herdeiro do espírito de Plínio Marcos desde que ganhou prêmios nacionais de autor, em 2000, o paranaense Mário Bortolotto também comemora, neste mês, 50 anos de idade, número que coincide com o de peças que escreveu, quase todas encenadas por ele mesmo em papel de destaque.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo