Um filme de língua presa

lula o filho do brasil

“Em resumo, “Lula, o Filme do Brasil” é bem pior que “2 Filhos de Francisco”. Fábio Barreto é incapaz de articular a narrativa e gerar emoção com a mesma competência de Breno Silveira. Mas o filme sobre Lula não chega a ser o desastre anunciado. Descontada a questão da língua presa e do letreiro final, ele não é muito pior, por exemplo, do que “Salve Geral”. Ricardo Calil

aqui

ao topo