Um momento à reflexão

Por Belchior de Vasconcelos Leite

Não gostaria de escrever sobre política, pela inutilidade da eficácia de minha opinião (mesmo pertinente). É total o desinteresse da maioria dos cidadãos. Seja pelo descrédito da classe política; seja pela banalidade como é tratada a coisa pública. Mesmo com a publicidade dos fatos pela mídia, a desinformação campeia, apenas uma parcela irrisória da população tem consciência do processo eleitoral. Falta-nos uma opinião pública mais eficaz e vigilante.

Daí os políticos ficarem na contramão aos anseios da sociedade. É preocupante a conjuntura política brasileira. A banalidade domina o discurso político, não há debate programático dos candidatos. O que se observa são pegadinhas, na tentativa de desqualificar o concorrente. A repetição, a mentira e a propaganda reforçam o fascismo, abrindo espaço para aventureiros messiânicos com promessas demagógicas. Essa prática é perigosa, podendo levar a nossa democracia a instabilidade, pelo desrespeito a legislação eleitoral, com propaganda fora do período eleitoral , inauguração de obras não concluídas, com a finalidade de tornar popular o seu/a preferido/a, por executivos.

Nesse contexto, o que esperar do próximo pleito? Qual a avaliação dos candidatos? Merecem o voto os que buscam a reeleição? Reflita. Você está satisfeito com a prestação dos serviços essenciais: Saúde, educação, segurança. O Brasil dói. “A vida é um acontecimento local”. Então, foquemos o nosso olhar, no Rio grande do Norte. Há quem atribua o desrespeito ao eleitor,pelos políticos, por sua falta de memória. O eleitor esquece rapidamente em quem votou , as promessas de campanha dos candidatos. Sob essas hipóteses, o eleito admite que o mandato lhe pertence, ficando livre para votar de acordo com suas conveniências pessoais, em detrimento dos interesses coletivos.

Exercitemos a nossa memória. Quem governou o Estado nos últimos vinte anos? Lembra-se? Eles são responsáveis pelo baixo índice do desenvolvimento, pelo atraso do RN. São exatamente os mesmos que se habilitam para disputar uma cadeira no Senado da República. Já pensou? Qual a sua avaliação? Não venha depois chorar o leite derramado.Será que você perdeu a capacidade de se indignar?

A eleição é um momento á reflexão, e uma boa oportunidade de mudança. Não perca tempo. Exercite seu voto, com um olhar para o futuro. E os candidatos a reeleição a câmara de deputados e assembléia. Lembra-se das vezes que contrariou o interesse da população,em benefício próprio? Você tem motivos para reelegê-los? Em suas mãos o nosso destino,por mais quatro anos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo