Um pouco… Um pouco

Caros colegas:

Um pouco… Um pouco da sua atenção

De tudo ficou um pouco diz o poema de Drummond.

O professor, advogado e promotor parece que não aprendeu nem um pouco.
Não vou explicar o pouco da minha frase, mas o muito que o professor Lívio já foi desmentido e contestado no pouco tempo após o seu retorno ao Splural. Para comprovar é só rolar a página.

Quem for o mínimo perspicaz percebe as pinimbas do senhor Lívio com a minha pessoa. Agora, me pergunto o porquê. Pouco conheço esse cidadão e ele tão pouco me conhece. A toda hora tenta me contestar e pegar no meu pé, mesmo sendo negado pela maioria dos leitores do SPlural.

Todo mundo percebe o comportamento arredio do senhor Lívio. Aqui mesmo no nosso SPlural ele foi por diversas vezes admoestado. Estou no SPlural desde o inicio e trabalho sério para que esse blog tenha credibilidade.

Não tenho a verdade comigo, mas tenho a coragem de dizer o que penso e debater.

No caso da referida frase a informação que dei não é de nenhum leviano, mas de alguém que estuda muito. Quem informou foi um dos maiores estudiosos de Flaubert que esteve há pouco tempo na nossa UFRN.

Espero que o senhor Lívio seja menos parcial em seus julgamentos de promotor do que está sendo comigo. Espero pela minha saúde que ele me esqueça, pois tenho certeza de que é impossível debater em bons termos com o supracitado senhor promotor.

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Há 10 comentários para esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + catorze =

ao topo