Um sarau da pesada

Parte da galera que participou do sarau poético no Sebo Vermelho

Eu saí por volta das 14 horas e o sarau continuou. Depois João da Mata conta como acabou. Foi além de um sarau porque se comemorou também o aniversário do editor e sebista Abimael Silva (eu só soube quando cheguei lá). Muitos que passaram pelo Sebo Vermelho (Nei Leandro, Alexandre, João Batista de Moraes, Marcelo Fernandes …) não aparecem nas fotos porque foram embora cedo e eu só me toquei de registrar a festa no início da tarde (esqueci a máquina e fiz com o celular). Foi festão, Abimael preparou em casa um leitão e não faltou cerveja.  Fazia tempo que não via um sarau tão animado e de tão excelente nível. Na sequência, outras fotos do evento.

Poeta Jarbas Martins recita “Antielegia  para Emmanuel Bezerra…”

Nina Rizzi: seu lirismo e alegria contagiam qualquer ambiente

Professor João da Mata recitou Lorca e Bandeira, entre outros

A cantora Odaires canta em homenagem a Abimael Silva

Comments

There are 3 comments for this article
  1. joão batista 16 de Maio de 2010 8:38

    O sarau foi bom mesmo!

  2. Jarbas Martins 16 de Maio de 2010 17:37

    depois desse sarau já não sou o mesmo

  3. Tânia Costa 16 de Maio de 2010 22:48

    O sarau de fato foi tudo de bom!
    Melhor ainda foi conhecer o mais que animado João D’amata, Claudia Magalhães, o meu muso agora, Jarbas Martins e Nina Rizzi, ou melhor Nina Nin (denominação de Jarbas Martins), mais que apropriada.
    E a farra continuou noite adentro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP