Um senhor americano

Com uma escrita voraz e urgente, Philip Roth diz não pertencer a uma tradição cultural judaica e lança agora no Brasil o seu belo e feroz “Indignação”.

Go to TOP