‘Um talento que lembrava Shakespeare’

Em entrevista ao ‘Estado’, o crítico americano Harold Bloom relata sua admiração pelo autor português, a quem atribui uma extraordinária versatilidade para o drama e para a comédia.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo