Uma estreia promissora na literatura potiguar

Suspendi por dois dias “A vida mentirosa dos adultos”, romance de Elena Ferrante, último livro lançado pela escritora no Brasil e primeiro que leio dela, para ler “Vizinhas – Pequenos contos de rosas e outros espinhos”, estreia da potiguar Itamara Almeida na literatura. Não me arrependi. Itamara estreou muito bem e é um nome para se prestar atenção a partir de agora.

Com prefácio e ilustrações luxuosos, respectivamente, da escritora Carmen Vasconcelos, e da artista visual Catarina Catão, o livro tem um bonito projeto gráfico, assinado por Danilo Medeiros e sai pelo selo da editora Escribas.

“Os contos nos abrem os olhos ao real”. Essa frase de Carmen, no prefácio, sintetiza a escrita de Itamara neste “Vizinhas”, que é dividido em duas partes: “Bem me quer?” e “Espinhos”.

Livro é um lançamento da Escribas Editora

Trata-se de um livro forte, necessário e atual. Como sofrem em “Vizinhas” as mulheres sob o machismo e o patriarcado! O título do livro faz referência a rosas, mas o que choca mesmo é a quantidade de espinhos, opressão e violência que as mulheres ainda enfrentam em pleno século XXI tão bem relatada pela escritora.

Gostei da oralidade e coloquialidade empregadas nos contos. Narrativas curtas, 24, que na primeira parte (“Bem me quer”) recebem nomes de flores.

Linguagem do dia-a-dia, da rua, simples e clara. Identifiquei-me. Eu mesmo tento seguir esse caminho nos meus escritos. Itamara vai mais longe. Evoé, jovem escritora! 

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo