Uma homenagem a Jean Charles de Menezes

Roger Waters presta uma homenagem a Jean Charles de Menezes, morto impunemente pela polícia de Londres em 1995.

Jean Charles brasileiro de Gonzaga

João da Mata Costa

Oito tiros mataram um trabalhador
Oito tiros roubaram a vida em flor
Oito tiros mataram a ameaça.
Oito tiros atingiram o tronco de uma nação partida

Nenhum remorso diz o imperador.
Vamos continuar atirando

Tu que criaste a máquina a vapor.
Ensinaste a fazer ciência,
e aprendestes logo cedo a dominar
hoje mata um trabalhador

A nação que sepultou aquele que mais entendeu a “mais valia”
Estilhaça o cérebro frágil de alguém que tem medo
E transforma cada trabalhador em homem bomba
Ele é sempre uma ameaça:

Correndo
Com fome
Parado.
Étnico
Gritando
Professando outro credo
Ou atravessando a nado

Um mar de impunidade.
Não, não adianta correr.
Em cada canto um olhar.
O menor gesto fotografado.
E a arma apontada para o crânio de cada trabalhador.
Assim foi, assim será.
E ninguém sabe o próximo alvo a ser atingido.
Quem se eu gritasse ????????????????

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Anchieta Rolim 19 de março de 2012 21:34

    Damata, gostei! é isso mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo