Uma nova verdade raia sobre o mundo árabe

Por Robert Fisk

A ‘Autoridade’ Palestina – e as aspas são indispensáveis – estava e está pronta a ceder o “direito de retorno” de talvez sete milhões de refugiados ao que hoje é Israel, em troca de um “estado” ao qual corresponderá apenas 10% (se tanto) do território do Mandato britânico na Palestina.

aqui

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Luis Sávio Dantas 27 de janeiro de 2011 13:12

    Para que essas democracias amigas dos EUA funcionem é preciso que se diga diuturnamente que Armadinejah é um louco que pretende explodir essas democracias com uma bomba atômica, foi preciso que Arafat fosse assassinado, foi necessário destruir toda a Babilônia, foi preciso defenestrar os Talibãs costurando o território do Afeganistão com as bombas chamadas de arrasa Margarida, bombas que penetram no subsolo dezenas de metros. Assim é que se constrói o sono dos homens justos que dizem defender os direitos humanos. Esse Assange ao fazer o que ele está fazendo entrará para o panteão dos beneméritos da humanidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo