Uma razão a mais para escrever

Por Lívio Oliveira

Na semana passada estive na casa de um jovem chamado Thiago Gonzaga, na Cidade da Esperança, nesta Capital ensolarada. O nome do bairro não poderia ser mais expressivo para aquele momento e a visita me trouxe algumas fortes emoções que ora quero compartilhar com os meus poucos (mas, muito especiais) leitores.

aqui

Comentários

Há 16 comentários para esta postagem
  1. Lívio Oliveira 10 de setembro de 2012 17:18

    Obrigado, mais uma vez, caro Chumbo! Esse foi (falo da expressão “grande figura humana”), talvez, o elogio mais emocionante que recebi aqui até hoje. Emocionou-me porque sei que foi proferido com a verdade e a simplicidade de vocês, Thiago e Chumbo. Obrigado mais uma vez!

  2. chumbo pinheiro 10 de setembro de 2012 14:59

    Caro, Thiago!

    Entre as leituras complexas das Ciências Sociais como Maquiavel, Durkheim, Marcel Mauss, Edgar Morin, entre outros, e o trabalho árduo e cansativo da limpeza pública das ruas do centro de Natal, nada mais gratificante e animador que a alegria de receber a tua visita lá na sede Urbana e mais com a atenção desta grande figura humana que é o Lívio Oliveira, ao qual agradeço pelas palavras e os livros.
    O sucesso do blog 101livrosdorn, é a afirmação do reconhecimento de seu belo trabalho.
    Um abraço,
    Chumbo Pinheiro.

  3. Lívio Oliveira 5 de setembro de 2012 9:50

    Thiago, por falar em bibliotecas e livros, ando fazendo uma revisita sistemática e uma revisão na minha. Acredito que reorganizar silenciosamente uma biblioteca, longe de velhos e novos barulhos incômodos, é uma grande forma de leitura. É uma forma de poesia. Abraço, meu amigo!

  4. Lívio Oliveira 5 de setembro de 2012 9:29

    Thiago, os méritos são todos seus. Conte comigo. Abs.

  5. thiago gonzaga. 4 de setembro de 2012 15:29

    Agradeço também a todos os amigos que foram gentis com as postagens; Ao Tácito por liberar a postagem, Anchieta, Alice, pela propaganda do blog 101 livros, (risos), Jose Andrade, Jarbas, muito obrigado pelo livro de presente. Saiba que tenho um carinho muito especial pelo seu livro Contracanto .
    Aproveito para responder a Ana Maria que questionou o motivo de eu não “estar” na FUNCARTE. Ana, essas questões são mais politicas, do que de méritos. Tenho conseguido conciliar meu trabalho com minhas pesquisas, pois fora meu horário de trabalho tenho dedicado todo meu tempo a literatura potiguar, lendo, pesquisando, aumentando minha biblioteca,aprendendo com os autores da terra, divulgando no blog 101 livros . Mas não me considero melhor do que alguém, ou com méritos para tira a vaga de alguém, a unica coisa que eu quero, e ler e ajudar a divulgar cada vez mais a literatura potiguar, principalmente para a uma nova geração.
    Agora, claro, sonho um dia poder fazer muito mais pelos autores potiguares, o meu blog e meus livros estão a disposição da FUNCARTE, Fundação José Augusto, e qualquer outro órgão, ou pessoa que queria contribuir para o crescimento e valorização da literatura potiguar.
    Obrigado

  6. thiago gonzaga. 4 de setembro de 2012 14:12

    Caro amigo poeta Lívio Oliveira, muito obrigado pelas palavras carinhosas e motivantes ao meu respeito.
    Acredito que, assim como estão surgindo na atualidade novos profissionais como ; advogados,professores, políticos…existe também a necessidade de que surjam novos pesquisadores e historiadores da literatura potiguar. O que estou fazendo é apenas me espelhar em pessoas como você, Tácito, Nelson, Manoel Onofre , e alguns outros que tentam manter a chama da literatura potiguar viva, vocês são o verdadeiro motivo do meu trabalho. Minha biblioteca vai estar sempre de portas abertas para todos vocês. Parafraseando Newton Navarro, acredito que esse é o tempo de fazermos algo em prol dos escritores ( e literatura) potiguares, pois já fomos injustos com muitos do passado.

  7. Lívio Oliveira 4 de setembro de 2012 9:47

    Tô nos arredores, nos arrabaldes poéticos, Jarbas! Abs.

  8. Jarbas Martins 4 de setembro de 2012 9:29

    Valeu, poeta Lívio Oliveira.Estou sentindo a sua falta aqui.

  9. Lívio Oliveira 4 de setembro de 2012 9:28

    Ana, sei responder não.

  10. Lívio Oliveira 4 de setembro de 2012 8:12

    Obrigado, Jose, pelo comment.

  11. ANA MARIA SILVA 3 de setembro de 2012 23:42

    Esse rapaz não era para estar na FUNCARTE ?

  12. .Jose de Andrade 3 de setembro de 2012 20:38

    Que noticia maravilhosa, essa seria uma boa hora de juntarmos forças e mudarmos ( ou pelo menos tentarmos) a cara da literatura potiguar, que esse jovem sirva de exemplo, principalmente para aqueles que nascem em “berço de ouro ” e nao fazem nada.

    Parabéns pelo texto Livio Olivera .

    Jose de Andrade
    Diretamente de Mossoró.

  13. Lívio Oliveira 3 de setembro de 2012 17:06

    Obrigado, Tácito, pelo atenção de sempre. E os meus sentimentos renovados pelo momento que vive. Obrigado, Alice e Anchieta, pelas considerações. Abraços a todas e todos.

  14. Anchieta Rolim 3 de setembro de 2012 13:02

    Bem lembrado Alice.N. Parabenizo Thiago pelo importante trabalho que vem fazendo. Vou divulgar com todo prazer.

  15. Anchieta Rolim 2 de setembro de 2012 22:59

    Grande Lívio, gostei da força que você deu ao jovem Thiago. Parabéns pelo artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo