Uma voz: Mariene de Castro

Assisti ao dvd “Santo de casa”, de Mariene de Castro, cantora brasileira talentosa. Ela se situa numa linhagem de intérpretes que inclui Clara Nunes e Maria Bethânia, sem perder identidade própria. O dvd foi produzido a partir de espetáculo no Teatro Castro Alves (Salvador, BA), ele evidencia cuidado de produção, arranjos de qualidade, grande elenco de apoio (especialmente, dançarinos e dançarinas). No repertório, clássico s de Caymmi, sambas de roda, evocações católicas e de Candomblé. Vale a pena ouvir, mesmo que algumas passagens pareçam over (excesso de figurantes, quase um catálogo de tradições musicais populares baianas e nordestinas em geral); mas isso não ofusca a evidente potencialdiade da cantora e o acerto na escolha de repertório. O “Samba de terreiro”, p. ex., contém alguns versos bonitos, como:

Não precisa acender a fogueira
Nem secar o gás do candeeiro
Candiá de São Jorge alumiou, alumiou
Bota o samba no terreiro, e clariou
Clariou… clariou as almas de luz a lua clariou
Clariou, clariou São Jorge acendeu a lua e clariou

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo