Vai nevar em Natal

REGINAFoto: Ana Amaral

Pela importância, bom senso e lucidez transcrevo abaixo, na íntegra, matéria publicada hoje no Diário de Natal. Que projeto fantástico! Será copiado por outras cidades do estado, não tenho dúvidas. Mossoró talvez não precise, já neva bastante por lá. Mas, Lajes, Apodi e Caicó, por exemplo, onde neva menos, certamente copiarão a originalíssima idéia.

Parabéns, Sargento Regina, a senhora me convenceu da validade do projeto votado ontem no Congresso que aumenta número de vereadores. Pra ser franco, eu e a velhinha de Taubaté já estávamos convencidos dessa necessidade, após tomarmos conhecimento de que essa decisão não afetará as contas públicas municipais.

O projeto é tão bacana que o secretário municipal de Turismo parabenizou a vereadora, como está lá no final da matéria. Cada dia me impressiona mais o nível dos secretários da prefeita Micarla.

*********

“Uma audiência pública foi realizada na terça-feira na Câmara Municipal do Natal para discutir o projeto de lei da vereadora Sargento Regina (PDT), “Natal o ano inteiro”. Uma das pretensões do projeto é criar neve artificial em datas e horários programados.

Para a vereadora, o projeto, que pretende incluir um calendário permanente de comemorações natalinas na cidade, foi feito para incrementar o turismo em Natal. “O turismo precisa ter um calendário fixo de atividades que não se restringem a sol e mar”, ressalta.

De acordo com o projeto, que se espelha na cidade de Gramado que é tradição nas festividades natalinas do país, Natal seria iluminada e adornada nas principais avenidas levando o espírito natalino diariamente as pessoas que vivem e visitam a cidade.

Com isso, a pretensão é de se criar a vila encantada do Papai Noel, neve artificial em datas e horários programados, renas decorativas, apresentações culturais, corais, artesanato local, acesso gratuito para a comunidade participar e vivenciar o clima em diversos pólos da cidade.

A vereadora frisou três pontos importantes para a discussão do projeto como o incentivo fiscal que seria dado aos lojistas para que enfeitem suas lojas, o local que daria visibilidade ao projeto, a questão dos pólos comemorativos e o cadastramento das barracas pela secretaria municipal de serviços urbanos (Semsur).

O secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Francisco Soares Lima Júnior, parabenizou a iniciativa do projeto. Segundo o secretário, o turismo é a principal atividade econômica do estado gerando uma receita média de 600 milhões de dólares por ano. 90% dos turistas vêm em busca de sol e mar, mas reclamam da falta de entretenimento cultural.

Sargento Regina pretende debater o tema exaustivamente na Casa em parceria com todas as secretarias, instituições envolvidas e com a Prefeitura do Natal. “Acredito que adaptações e modificações irão enriquecer este projeto”, afirma.”

neve

Go to TOP