Vandalismo contra a Livraria da EdUERJ

Caros,

hoje, quinta, 17 de fevereiro, ao comprar livros na livraria da Editora da Uerj (Eduerj), tomei conhecimento de um fato gravíssimo: por ordem da reitoria, a livraria está com dia marcado para acabar, 3 de março.
A livraria da Eduerj cumpre papel fundamental e insubstituível na Uerj. Distribui os livros das demais editoras universitárias brasileiras, e os da própria Editora da Uerj, a preços mais baratos do que os das editoras comerciais, com descontos de 20% para professores, estudantes e funcionários, e facilidades no parcelamento do pagamento.
Ressalte-se que a distribuição da produção das editoras universitárias de todo o Brasil pelas livrarias das editoras universitárias cumpre papel único, nem de longe suprido por livrarias comerciais.
E por que este fato insólito, o premeditado fechamento da livraria da Eduerj? Simplesmente porque a reitoria pretende instalar uma livraria comercial na Uerj, e, no pacote do acordo, provavelmente a pretexto de evitar concorrência, e facilitar o contrato, liquida-se a livraria da Eduerj.
A livraria comercial contratada é a mesma livraria privada, estritamente comercial, do Museu da República, livraria bem fraca por sinal. Museu da República, de que o atual reitor da Uerj, Ricardo Vieiralves, foi diretor.
O pretendido fechamento da livraria da Eduerj é vandalismo contra a cultura e contra a própria Uerj.
O reitor Ricardo Vieiralves certamente pensa de maneira diferente de Monteiro Lobato, para quem “um país se faz com homens e livros”.
Que papelão, reitor Ricardo Vieiralves!
Ou seja, para facilitar o privatismo, os negócios, rifa-se a cultura, função precípua da universidade pública, como é bem patente neste caso.
Há mais, os funcionários da livraria, que destino terão? Vários são contratados, vivem situação de insegurança, à beira da demissão.
Tudo isso feito em plenas férias, o que certamente prejudica a necessária reação da comunidade universitária.
Que cartão de visitas: no dia do começo das aulas do ano letivo de 2011, pretende-se receber estudantes e professores com a livraria da Eduerj de portas fechadas!
É necessário reagir contra este vandalismo da reitoria: vamos lutar para manter a livraria da Eduerj, patrimônio da Uerj, e da universidade pública brasileira, de portas abertas.
Abraços,
Antônio Augusto Rouge

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. João da Mata
    João da Mata 17 de fevereiro de 2011 23:51

    Sim, meu caro Marcos

    Essa LIVRARIA TAMBEM temos na UFRN e cumpre um papel fundamental de distribuir os livros das editoras universitárias. Preciosos e únicos.
    Nosso desconto é de 15 %.
    Uma tragedia molhou varios livros e estamos arrumando as instalaçoes

    ps. na entendi o tempo e espaço da sua mensagem sobre publicação.
    Penso que dissestes o óbvio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo