Veja como é fácil tornar a vida do editor mais fácil

TC

Caros e caras,

Alguns cuidados na hora de postar poderão me ajudar bastante. Como por exemplo:

1 – Não remeter vários poemas – direto para o blog ou por e-mail – de uma vez para publicação. O ideal é só enviar novo poema quando o anterior tiver sido publicado.

2 – Os títulos para a coluna do centro devem vir somente com a primeira letra em maiúscula.

3 – Já pedi anteriormente e reforço agora: não mandem texto para publicação no blog por e-mail.

4 – Release para a Agenda em PDF ou envio apenas do convite para eu transformar em nota são inviáveis. Por favor, usem o velho e bom Word.

4 -Dêem os espaços entre os parágrafos.

5 – Não repitam o nome de vocês (ou dos títulos) nos posts e poemas, quem entra no blog com senha e login automaticamente tem o crédito assegurado.

5 – Claro, existem os casos excepcionais (envio de uma foto etc) e as dicas acima não se aplicam a eles.

São pequenas coisas, mas que somadas entre si e as demais tarefas do blog e do meu cotidiano, me fazem gastar um tempo maior para executá-las.

Essas recomendações não são dirigidas a ninguém em particular. Portanto, nada de carapuça. Se alguns de vocês assim procediam é porque nunca deixei claro essas minhas dificuldades.

PS. Nos últimos dias, aumentou a quantidade de poemas recebidos. Por isso estou liberando três por dia e se passar para quatro ou mais vocês já sabem a razão.

Conto com a compreensão de vocês.

Abç.

Comentários

Há 7 comentários para esta postagem
  1. Lívio Oliveira 10 de dezembro de 2011 10:34

    Sim, também pra deixar claro, caro Tácito: só tenho enviado um poema a cada vez. Dia desses, quando vi que tinha mais um meu, deletei-o, mais rápido do que quem rouba.

    Bem, pelos outros e outras…não posso responder. Só acho que a gente podia ou poderia começar a organizar a coisa…e dar mais valor à poesia. Né não?

    Desculpe-me pela Xatice! Isso: agora sou um Xato! Com “x” mesmo, pra seguir uma certa linha poética….e pra ficar mais xato! Mas, só queria lhe ajudar…

    Ah! Por hoje é Sol! Não quero mais saber de filas…. Vou ali no Altiplano, ler o meu volume das “Bibliotecas e os 6 (seis) habitantes”.

    Bração!

  2. Lívio Oliveira 10 de dezembro de 2011 10:15

    Ok, caro Tácito. Algumas regras estão claras. Já, já mando um poema: uma “Ode ao Sábado”. Aí vai pra coluna central. Tudo muito claro.

    Agora, falando sério, se há regras no navio, devem ser cumpridas também pelo Almirante.

  3. Lívio Oliveira 10 de dezembro de 2011 9:34

    Seria interessante, também, manter a ordem da fila.

    • Tácito Costa 10 de dezembro de 2011 10:03

      Lívio, deixe eu esclarecer uma coisa. A ordem de chegada dos poemas é apenas um dos critérios para publicação. Acho que já falei isso em um post lá atrás. Não pode ser o único ou o mais importante por uma razão: o risco de alguém enviar um poema atrás do outro, nesse caso essa pessoa terá sempre a dianteira da fila. Por isso pedi que só enviem novos poemas quando o último enviado tiver sido publicado. Quando ocorre isso – vários poemas da mesma pessoa na fila – para evitar que apareçam somente esses poemas, passo os poemas de pessoas que enviam menos ou aparecem pouco na frente. Acho que fiz isso recentemente com poema de Nina, que tem aparecido pouco por aqui. Reconheço que quaisquer que sejam os critérios eles serão sempre discutíveis, mas é melhor ter alguns e que eles sejam públicos porque assim se evitam mal entendidos. De minha parte, com absoluta sinceridade, não tenho nenhum interesse em passar poema de ninguém na frente. Claro que existem as exceções, no caso do poema do Damata, como se referia a lua de ontem, ficaria sem sentido publicá-lo hoje, a solução que encontrei pra não furar a tal fila foi postá-lo na seção destinada à prosa. abç.

  4. Lívio Oliveira 7 de dezembro de 2011 11:34

    Obrigado, caro Tácito.

  5. Lívio Oliveira 7 de dezembro de 2011 9:43

    Tácito, andei relendo essas suas normas e digo que gostei. Muito.
    Inclusive, porque acho que deveriam ser acrescentadas mais algumas outras pouquinhas…depois lhe falo pessoalmente ou por e-mail.

    Mas, adianto que alguns dos nossos colaboradores deveriam ter mais cuidados com a revisão dos próprios textos, inclusive nos comments. Afinal, isso aqui é um veículo cultural que deve proteger e valorizar a língua portuguesa. E o editor não tem tempo pra revisar tudo que lhe chega. E os doutos doutores estão de olho…

    Só uma coisa: vi, no interior do blog, que a fila para postar poemas está colossal. Fica difícil…

    Desculpe-me pela chatice. Mas, afinal, quem não é chato por aqui que atire
    o primeiro post.

    • Tácito Costa 7 de dezembro de 2011 11:31

      Lívio,
      Passei uns dias liberando três poemas por dia para diminuir a fila, que, nesse momento, não está tão grande. Agora, estou liberando apenas dois, que acho o número ideal, mas isso vai depender do volume de poemas enviados. Aproveito para informar a todos os poetas que passarei, a partir de hoje, a postar sempre o último poema enviado. Isso para inibir o envio de vários poemas sem que o último enviado tenha sido publicado. Aguardo suas sugestões por e-mail. Abç.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo