[VÍDEO] Veja “Corpo Cadeira”, uma reflexão sobre possibilidades poéticas em cena

Fotografias: Amiel Abrantes

O Grupo de Dança Movidos, que inclui pessoas com e sem deficiência no seu elenco, traz sua mais nova produção intitulada Corpo Cadeira, uma videodança de 10 minutos disponível gratuitamente no canal Youtube Movidos Dança até 04 de abril.

Para Daniel Silva, bailarino do Grupo e cadeirante, a proposta é uma reflexão sobre a cadeira como incorporação e continuação do corpo. “Mais do que uma peça a quem damos uso, a cadeira é um recurso para que os nossos corpos possam se expressar”, afirma o bailarino.

O processo de criação de Corpo Cadeira envolveu outras linguagens artísticas, como o audiovisual, cujo recurso amplia e aproxima os movimentos coreográficos através do olhar da câmera. Também conta com a colaboração da artista Ariadna Medeiros e sua experiência com a dança urbana.

Segundo o diretor artístico do Movidos, Anderson Leão, o desejo de construir essa obra veio da intenção de promover a diversidade criativa unindo várias expressões culturais tal como o próprio percurso que o Grupo vem construindo desde 2018 ao trazer a experiência da investigação do corpo diverso para o criar/fazer artístico. 

“Cada corpo não se encerra na forma que ele assume fisicamente. Há toda uma dimensão poética para além da estética como a sensualidade, a força ou a beleza que ele representa”, afirma Anderson que nos revela que Corpo Cadeira traz essa provocação.

Para assistir Corpo Cadeira o espectador é convidado a fazer a subscrição no Canal Youtube Movidos Dança onde também poderá acompanhar outros trabalhos do Grupo. “Desejamos que as pessoas criem um laço afetivo e artístico com o Movidos e através do Canal Youtube também partilharmos outras experiências”, revela Anderson que também adianta que Corpo Cadeira irá participar da seleção dos festivais nacionais e internacionais, uma estratégia que visa sobretudo fortalecer o trabalho artístico do Grupo Movidos e da dança contemporânea potiguar.

Corpo Cadeira conta com a colaboração dos bailarinos Ariadna Medeiros, Daniel Silva e Jamaica Macêdo, a direção artística de Anderson Leão, a direção de imagem e edição de Artur Abrantes, fotografia de Amiel Abrantes e apoio de Vinícius Kozakiewicz. A produção é assinada por Tatiane Fernandes, com assistência de produção de Raphael Jhoy e consultoria e desenho de projeto de Ana Paula Medeiros. A realização de Corpo Cadeira foi possível através de Lei Aldir Blanc, com patrocínio da Fundação José Augusto, do Governo do Estado do RN, da Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo e do Governo Federal.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo