Vigília cênica de 12 horas termina com apenas dez pessoas na plateia

Tour de force seria um eufemismo para definir tamanho esforço artístico e físico da montagem de 12 horas de “O Interrogatório”, adaptação da peça do dramaturgo alemão Peter Weiss e uma verdadeira “vigília cênica”, como definida pelo grupo carioca Centro de Investigação Teatral.

aqui

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP