VIII Mostra do Filme Cult

mostra

Evento deste ano traz filmes para todos os gostos e presta homenagem a Moacy Cirne.

A edição deste ano da clássica mostra do filme cult, promovida pelo Cineclube Natal, já tem data e local marcados: de 29 de maio (quinta-feira) a 02 de junho (segunda-feira), no TCP (Teatro de Cultura Popular). Em sua oitava edição, a Mostra do Filme Cult promove exibições de cinco filmes que passaram ao largo do circuito brasileiro – quando muito, exibidos com atraso ou em sessões restritas. A seleção deste ano está eclética, passeando por vários estilos cinematográficos, mas sem perder a qualidade exótica da mostra. Os títulos vão desde o drama intimista (Glen ou Glenda), passando por um clássico do cinema noir (A Beira do Abismo), e culminando no inusitado filme de horror (The Pig Fucking Movie), que encerra a mostra. Trata-se de mais uma oportunidade indispensável para os admiradores de um tipo de cinematografia que raras vezes pode chegar ao espectador em espaço reservado aos gêneros propostos – nesse caso, o auditório do Teatro de Cultura Popular Chico Daniel (anexo da Fundação José Augusto). Além da comemoração do aniversário de nove anos da instituição, o Cineclube Natal também prestará homenagem ao grande Moacy Cirne, falecido no início deste ano. As exibições começam sempre às 18h30, e são seguidas por debates entre os integrantes do Cineclube e o público da mostra. A taxa de manutenção cobrada por sessão custa R$ 4.

PROGRAMAÇÃO

29 de maio:

Glen ou Glenda (Glen or Glenda), Ed Wood, 1953, EUA, drama, 68 minutos.

Sinopse: O que leva um homem a se vestir de mulher? Ed Wood tenta responder a essa questão fazendo um filme B quase autobiográfico.

30 de maio:

A Beira do Abismo (The Big Sleep), Howard Hawks, 1946, EUA, noir e mistério, 114 min.

Sinopse: Clássico filme noir com o detetive Philip Marlowe na pele de Humphrey Bogart, numa história de Raymond Chandler. Criação de personagens como só Hawks consegui fazer numa atmosfera sombria típica do gênero noir.

31 de maio:

Madre Joana dos Anjos (Matka Joanna od aniolów), Jerzy Kawalerowicz, Polônia, 1961, drama, horror e mistério, 110 min.

Sinopse: Um padre é mandado a uma pequena paróquia no interior da Polônia que se acreditava estava sob possessão demoníaca e tem que enfrentar as suas próprias tentações.

01 de junho:

A Marca do Assassino (Branded to Kill), Seijun Suzuki, 1967, Japão, drama e ação, 98 minutos.

Sinopse: É a história de Hanada, matador da Yakuza, que se torna alva da mesma Yakuza. Poética paródia dos filmes de gangsteres japoneses, inovador em seus enquadramentos, em sua fotografia e na sua montagem fragmentada. Os filmes de Suzuki influenciaram diretamente o cinema de vários diretores atuais, como Tarantino, Kar-Wai, Jarmusch e Kitano.

02 de junho:

The Pig Fucking Movie (Vase de Noces), Thierry Zéno, Bélgica, 1975, horror e romance, 80 min.

Sinopse: Fazendeiro se apaixona pela porca que criava e tem porquinhos mutantes. Quando os filhotes preferem a mãe, ele enlouquece.

SERVIÇO

VIII Mostra do Filme Cult, organizada pelo Cineclube Natal

Local: Teatro de Cultura Popular Chico Daniel (anexo da Fundação José Augusto, localizado à rua Jundiaí)

Horário: De 29/05 a 02/06, com sessões iniciando às 18h30

Valor: R$ 4 (manutenção da mostra)

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo