Vivere è percorrere il mondo

Por J. Rodolfo Wilcock

Vivere è percorrere il mondo
attraversando ponti di fumo;
quando si è giunti dall’altra parte
che importa se i ponti precipitano.
Per arrivare in qualche luogo
bisogna trovare un passaggio,
e non fa niente se scesi dalla vettura
si scopre che questa era un miraggio.

**

Viver é percorrer o mundo

Viver é percorrer o mundo
atravessando pontes de fumaça;
quando se chega no outro lado
o que importa se as pontes desabam.
Para chegar em qualquer lugar
é preciso encontrar uma passagem,
e não importa se ao descer da carruagem
se descobre que esta era uma miragem.

*********

{Dica de Carlos H. Schroeder no Twitter. Publicado no blog Traduzir Fantasmas – aqui}

J. Rodolfo Wilcock, “Vivere è percorrere il mondo”, in: Luoghi comuni. Milano, Il Saggiatore, Biblioteca delle Silerchie, Vol. LXII, 1961. O poema também presente em Poesie, Milano: Adelphi, 1980, tradução Davi Pessoa.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo