Você pode participar de uma oficina gratuita de canto afro

A cantora Andiara Freitas teve o início de sua formação artística dedicada à música negra, com a banda potiguar Axé Obá, entre os anos de 2004 à 2006. A banda está em fase de reestruturação atualmente e integra um Projeto maior que tem o mesmo nome da banda. O objetivo do Projeto é a redução da marginalidade em regiões de periferia de Natal/RN a partir de oficinas de música, dança, capoeira e artes visuais.

Atualmente Andiara é voluntária no Projeto e ministrará uma oficina de canto afro para ajudar na reestruturação da banda. A turma terá vaga para 30 alunos e as aulas acontecerão na sede do Projeto, no bairro das Rocas (Rua Areal, S/N), nos meses de maio e junho, sempre aos sábados, entre 10h e 12h.

“Quero ter essa oportunidade de transmitir o que aprendi nesses quase 20 anos de música e também nos cursos que fiz na UFRN e Solar Bela Vista. O objetivo é identificar novos cantores para a banda…”, adianta a cantora.

O conteúdo programático inclui a apresentação da história do Projeto Axé Obá, o perfil do repertório da banda, a postura esperada por um cantor de projeto social, além de técnicas de canto e desenvolvimento em palco.

“A música afro é muito rica e emocionante. Não é fácil cantá-la! Precisa haver mais do que afinação e ritmo. Precisa haver identificação com a mensagem que é transmitida”, explica Andiara Freitas.

As inscrições são gratuitas e feitas exclusivamente AQUI até o dia 30 de abril de 2016. Os interessados devem enviar o nome completo, a data de nascimento, números de telefone/celular, nº de CPF e um pequeno histórico sobre sua experiência com música.

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP